Making the Cut: máquinas Singer usadas na terceira temporada do reality estão disponíveis no mercado brasileiro

Ideias para quem deseja empreender no segmento de costura, os modelos M3335 e Overloque S0235 estão disponíveis na Amazon e na loja online da marca

A terceira temporada da série americana de competição de moda Making The Cut já teve sua data anunciada: 19 de agosto.  E a Singer, empresa do Grupo SVP Worldwide, líder mundial na fabricação de máquinas e acessórios de costura domésticas e industriais, já disponibiliza, exclusivamente no canal da Amazon e na loja online da marca, as máquinas desenvolvidas exclusivamente para o programa.

Os modelos usados na competição são a M3335, uma máquina mecânica que oferece 23 pontos com 100 possibilidades de aplicações diferentes para costurar uma ampla variedade de tecidos, e a Overloque S0235, uma máquina doméstica que proporciona acabamento profissional. Ambas são máquinas tecnológicas para uso doméstico que atendem com eficiência as necessidades dos costureiros brasileiros.

“Os amantes deste universo agora podem ter a experiência de confeccionar peças nas mesmas máquinas usadas pelos participantes do reality. Com esses produtos a Singer permite ao público ter acesso ao que há de melhor em recursos e acessórios de máquinas de costura para uso doméstico. Estamos muito felizes por conseguir trazer esses modelos exclusivos para o público brasileiro que é empreendedor e apaixonado pelo universo fashion”, comenta Concheta Feliciano, diretora de marketing da Singer para a América Latina. 

 

Making the Cut

Na competição, que é apresentada e produzida pelos ícones fashion Heidi Klum e Tim Gunn, e exibida com exclusividade no Prime Vídeo, plataforma de streaming da Amazon, os participantes confeccionam as suas peças usando as máquinas da Singer na disputa por U$ 1 milhão para investir em seus negócios. Eles concorrem ainda a uma oportunidade de criar uma comarca exclusiva com a Amazon Fashion e de ter uma coleção colocada à venda na loja Making The Cut da Amazon Fashion nos Estados Unidos. 

“Essa parceria é extremamente significativa para a Singer, que preza pela inovação e empreendedorismo. Ficamos muito felizes de poder contribuir com um reality que dá espaço para novos estilistas e empreendedores. Além de tudo isso, ainda permitir que os costureiros brasileiros agora adquiram as máquinas usadas no programa, e usufruam de toda sua tecnologia e eficiência, é um passo a mais neste projeto que nos deixa muito satisfeitos”, finaliza Concheta.

 

Equipamentos de ponta

A Máquina Mecânica M3335 oferece 23 pontos básicos, essenciais, flexíveis e decorativos e 100 possibilidades de aplicações diferentes para costurar uma ampla variedade de tecidos. Faz casa de botão em apenas um
passo e ajuste do comprimento e da largura do ponto.

O braço livre é ideal para costurar mangas, barras e punhos com uma velocidade de até 750 pontos por minuto, tudo com uma iluminação de led, para maior claridade na área de costura.

 

A Máquina Overloque S0235 é portátil e possui estrutura de metal para uso doméstico. O produto corta, costura e arremata simultaneamente economizando tempo na construção de projetos. Com velocidade de até 1.300 pontos por minuto, o que torna a costura muito mais rápida, a Overloque S0235 possui seis tipos de pontos: estreito, largo, fecho plano, bainha enrolada, ponto cadeia e overloque com dois fios. A iluminação em led facilita a passagem de linhas identificada por cores e alavanca diferencial para fazer leves franzidos e babados no braço livre que facilita costura em mangas, punhos e barras, com ajuste de pressão da sapatilha conforme espessura do tecido. 

Para mais informações sobre a empresa, acesse: https://www.singer.com.br.

Comentários